Die-in: uma idéia para o Dia Mundial Sem Carro 2010

Desde 2006 em Montreal a principal atividade do Dia Mundial Sem Carro é o die-in.

Die-in em Montreal em 1976
Die-in em Montreal em 1976

Um die-in é um evento simbólico, uma encenação teatral, onde os participantes fingem estar mortos em algum cruzamento afim de chamar atenção para uma das principais consequências da sociedade do automóvel: a morte. Seja diretamente em atropelamentos ou “acidentes” ou indiretamente em função da poluição e outros fatores. Os participantes são encorajados a se preparar para o evento com sangue falso, bandagens etc.

Die-in em Montreal em 2006
Die-in em Montreal em 2006

O primeiro die-in que se tem notícia ocorreu em Montreal em 1976 e foi organizado pela Le Monde à Bicyclette. Já naquela época chamava a atenção para os problemas causados pelos automóveis e defendia o uso de formas ativas de transporte. Trinta anos depois, em 2006, participantes da Massa Crítica de Montreal retomaram a idéia como parte das atividades do DMSC e, desde então, todo ano organizam um die-in.

Foto original em http://www.flickr.com/photos/53126648@N04/4902740183/
Foto original em http://www.flickr.com/photos/53126648@N04/4902740183/

Para mais informações e fotos sobre os die-ins em Montreal (em francês):

Die-in em Montreal em 2006
Die-in em Montreal em 2006

Em São Paulo o evento ocorreu pelo menos uma vez durante o Pedal do Silêncio em 2008 (apesar de não utilizar o nome die-in):

Die-in durante o Pedal do Silêncio em 2008 (foto do André Pasqualini: http://ciclobr.multiply.com/photos/photo/23/17)
Die-in durante o Pedal do Silêncio em 2008 (foto do André Pasqualini: http://ciclobr.multiply.com/photos/photo/23/17)

Infelizmente como não estou na capital paulista não estou acompanhando a organização do DMSC 2010 e tão pouco estarei presente no 22 de setembro. De qualquer maneira fica a sugestão para organizar um die-in. As fotos dos die-ins de outros anos aqui em Montreal são empolgantes. Com um pouco de maquiagem e criatividade dá para fazer bastante barulho.

Die-in em Montreal em 2008
Die-in em Montreal em 2008

Die-in em Montreal em 2008
Die-in em Montreal em 2008

9 thoughts on “Die-in: uma idéia para o Dia Mundial Sem Carro 2010”

  1. Excelente idéia, causa sim impácto, pois, se conseguirmos brecar um tanto os carros, será benéfico para todos.

  2. Aqui em Porto Alegre não é muito seguro fazer isso.
    se o monstrorista já passa mesmo estando de pé, imagina deitados.

    Mas falando sério, ótima iniciativa, mas tenham cuidado, por favor 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *